domingo, 26 de agosto de 2018
Oi pessoal! Esse post já era pra ter saído, mas estou passando muito mal e não tinha conseguido escrever ainda.
Na sexta-feira dia 24 lançou o último álbum da era Love Yourself do BTS e o MV de IDOL, estava mega empolgada e esperando esse comeback há um tempão!
Depois que voltei a usar o Twitter fiquei chocada como o fandom já sabe de tudo, quando as coisas vão ser lançadas, qual a faixa principal, se vai ou não ter promoção das músicas... Isso sem contar nas teorias! Então além da reação gravei também contando um pouco das referências e significado de algumas coisas presentes nesse MV maravilhoso que tem um pouquinho do Brasil também!
Começando então pelo teaser lançado dia 22, já na descrição temos que a música possui elementos de estilo sul-africano, as batidas tradicionais coreanas estão mixadas com as batidas africanas e tem o apoio de um "groove trap" com fontes de EDM popular. 
E as referências a África não param por aí, Hitman Bang falou no programa Good Insight do seu interesse  pela música sul-africana, um gênero que estava estudando, e que a dança africana estava chamando atenção do mundo.
Não vou comentar das referências presentes aqui pois elas se repetem no MV, então vamos direto para o MV, espero que vocês estejam preparados!
Desde sempre o Namjoon sofre críticas, as pessoas falam que ele não tem "cara de idol", dança mal, usar filtros nas lives e coisas assim. Então ele começar a música falando que podem chamar ele de artista e de idol porque é o que ele é mesmo já é uma afronta!


Uma vez em um programa o apresentador usava uma blusa de corações vermelhos e disse que ela era ridícula, os meninos assinaram e acho que ia ser sorteada, o detalhe é que o V tinha usado a versão de corações verdes para a propaganda da Coca-Cola anteriormente! Isso sem contar o óculos que falaram que não ficava bem nele em uma live... Então, Taetae usa no MV a tal camisa e os óculos, muito maravilhoso!



Tá lindo Taetae, usa mesmo!
 "Ursoo" o Namjoon comentou em uma entrevista bem bacana e curtinha, é uma expressão coreana, tipo uhul! 
Nessa entrevista ele conta várias outras coisas sobre o MV de IDOL.
Além da expressão, vemos eles usando o hanbok, traje tradicional coreano, com direito a leque o chapéu (gat), assim como em Ddaeng!


Vemos também uma construção (não sei se é casa, palácio...) típica coreana!

Como eu já comentei, temos referências a África na batida da música, mas também no cenário e nas roupas!
E esse desenho fofo, seria um Shooky gigante?
Na parte que tem várias imagens do rosto deles pode significar eles estarem sempre sendo observados ou a clássica crítica a grupos de kpop com muitos membros (7 nem é tanto, vai!)
Esse kanji ao fundo do V e Jimin significa "amor"
John Woo é um cineasta chinês e Face Off é dos seus filmes que ficou bem famoso em Hollywood
Vi muitas pessoas comentando sobre a referência a danças africanas, candomblé e o maracatu, que é uma dança folclórica afro-brasileira considerada inclusive patrimônio imaterial do Brasil, amei a referência! 

Eu entendi essa frase como ele tem  muitos talentos, e a gente bem sabe disso! Canta, dança, fotografa, grava e edita vídeos, bom em esportes, atuação...
Chamam ele de Golden Maknae não é a toa!
Para mim, o V passando por esse corredor de gente é referência a algumas vezes em aeroportos que as pessoas não respeitam o espaço deles e ficam tentando passar a mão, pegar, tirar fotos, gravar
Detalhe que nessa parte do Jungkook e depois do V eles não estão cantando e sim fazendo RAP!!! Rapper Jungkook e Cypher V em IDOL!
E o Jin grandão pode querer dizer que agora que eles são mais reconhecidos ninguém pisa neles mais, ou humilham, cortam de transmissões (tudo isso já aconteceu)... 
Agora quem são os grandes!?
E a rebolada do Jungkook!!!! Ahhhhhhhhh
Dia 4 de agosto o Jin perguntou no Fancafe se um tigre venceria uma luta no mar contra um tubarão, e não é que temos um tigre e um tubarão no MV!


Vi várias pessoas dizendo que o tigre representa o BTS e o tubarão os haters, além de textos que falam sobre a simbologia do tigre, principalmente o tigre branco, símbolo da luta contra a hipocrisia na sociedade.
E esses bonecões bizarros, seria uma referência as pessoas acharem que eles são marionetes manipuladas pela empresa, pela mídia, pelos fãs???
E a tossidinha do Jungkook como quem diz, "cheguei agora é minha vez de falar ou pode falar mal na minha cara!"
A realeza da era Joseon fazia isso ao entrar em um local para chamar a atenção sem precisar falar.
E para finalizar eu achei esse cenário e os vários dançarinos uma referência a Bollywood e as danças indianas.

O que eu mais amei nesse MV é que todos puderam ter foco, cantar ou fazer rap, Jin e Suga bem maravilhosos dançando muito bem no centro, V e JK fazendo rap, Namjoon lacrando, a dancinha do Jimin com o leque, as expressões divertidas do V, a energia do J-Hope... Um hino de música!
Além da importância das referências de artistas coreanos (um país super racista) a cultura de negros e fazer um feat. com a NICKI MINAJ!!!
Quem quiser ouvir como Idol ficou com a ela tem no Spotify, mas não vai ter na versão física do álbum.

Falando no álbum, ele é holográfico e maravilhoso, quero muito!!!
O álbum já está disponível no Spotify e é um repack, são dois CDs com 7 faixas novas, 3 solos de cada membro da Rap Line, Euphoria, Epiphany, novas versões de Serendipity, DNA, Fake Love e Mic Drop, mais algumas faixas de Love Yourself Tear.
Depois me contem qual a faixa favorita de vocês!
E aí, pegaram as referências?! Com certeza deixei algumas passarem, então me contem aí nos comentários!
Até o próximo post e não deixem de assistir ao vídeo!

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto
Farmacêutica, blogueira, youtuber, mineira de Juiz de Fora, apaixonada por maquiagem e dividir experiências!

Pesquisar

Todas as postagens

Youtube

Facebook

Tecnologia do Blogger.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...